Dr Sinval: “Acelerador linear do Hospital de Câncer de Catanduva já está no Brasil”

Acaba de chegar ao Brasil, adquirido pela Fundação Padre Albino (FPA), o “Acelerador Linear”, equipamento de alta tecnologia usado que será usado para o tratamento de pessoas com câncer.

A informação é do médico e deputado federal Dr. Sinval Malheiros (Podemos – SP), responsável por todas as gestões ao Ministério da Saúde para atualizar o contrato de compra e habilitar o Serviço de Radioterapia do novo Hospital de Câncer de Catanduva (HCC).

“Desde a última semana, o equipamento encontra-se em solo brasileiro; agora, será transferido para o porto seco, em Barueri, com previsão de deferimento até o dia 30 deste mês e chegada ao HCC no dia 15 de fevereiro. No ano do centenário da chegada de Padre Albino a Catanduva, esta é a melhor notícia”, destaca Malheiros.

Os diretores da Fundação Padre Albino reconhecem, publicamente, os esforços do médico e deputado federal Dr. Sinval Malheiros (Podemos – SP). No entanto, o próprio parlamentar médico divide os méritos da conquista com o presidente da FPA, José Carlos Rodrigues Amarante, todos os diretores, conselheiros e colaboradores.

“A liberação do acelerador linear, avaliado em U$ 1.017 (um milhão e dezessete mil dólares), é fruto do esforço coletivo”, ressalta Malheiros. “Cada pessoa que representa a Fundação Padre Albino merece os nossos aplausos pela energia positiva que foi emanada para a concretização deste sonho”, acrescenta.

Liberado pela Comissão Nacional de Energia Nuclear, o Serviço de Radioterapia já pode funcionar imediatamente, atendendo pacientes particulares e de convênios e a Fundação Padre Albino cuidará do credenciamento junto ao Ministério da Saúde para atendimentos pelo SUS.

Apoio histórico – O apoio que o médico e deputado Dr. Sinval Malheiros oferece à FPA é o maior da história da instituição, com mais de 90 anos de serviços prestados à Região Noroeste paulista. A Fundação foi contemplada, nos anos de 2015, 2016 e 2017, com recursos para custeio e aquisição de equipamentos aos seus dois hospitais-escola (Padre Albino e Emílio Carlos). No total, Malheiros destinou R$ 8,3 milhões.

“Quando ajudamos um hospital ou uma santa casa, ajudamos diretamente a população da cidade e da região atendida por essa entidade”, avalia Malheiros. “Recurso destinado para uma instituição que é administrada com seriedade, como a Fundação Padre Albino, beneficia diretamente o usuário”, conclui o médico e deputado federal.

 

_Legenda:_

Chega ao Brasil equipamento de alta tecnologia usado que será usado para o tratamento de pessoas com câncer em Catanduva

Publicações relacionadas